quarta-feira, 20 de abril de 2011

Alarmante e Intolerável


Mais de 86% dos jovens universitários brasileiros consomem álcool. Entre os calouros, 47% bebem e dirigem. Os números são resultado de um estudo feito pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, em parceira com a Universidade de São Paulo (USP), e publicado no I Levantamento Nacional sobre o Uso de Álcool, Tabaco e outras drogas entre universitários das 27 capitais brasileiras.
A pesquisa foi recebida na redação do Profissão Repórter, e as estatísticas chamaram a atenção da equipe, que foi para a rua investigar. O programa desta semana é resultado dessa investigação.
O consumo de álcool e outras drogas é mais frequente entre universitários que na população em geral. Existem mais de 2.000 instituições de Ensino Superior no Brasil, o que totaliza 5,8 milhões de estudantes universitários.
Em muitos casos, a entrada na universidade representa uma mudança de comportamento na vida desses jovens, pelo acesso à novas experiências. Segundo os pesquisadores, no Brasil, é também um momento de maior vulnerabilidade.
Outros números importantes apontam que 49% dos universitários já experimentaram alguma droga ilícita pelo menos uma vez na vida, e dentre os jovens que se declararam menores de 18 anos, 80% já consumiu algum tipo de bebida alcoólica.
Quase 18 mil estudantes universitários, de 100 Instituições, das cinco regiões do país, participaram da pesquisa.
Reportagem do Profissão Repórter:O Profissão Repórter foi às ruas para investigar porque o jovem brasileiro está bebendo cada vez mais cedo e cada vez mais.
Em São Paulo, universitários esvaziam garrafas e garrafa em vez de estudar. Em Porto Alegre, os jovens vão para a noite, mas não conseguem se divertir.
Em Bragança Paulista, em uma festa de peão de boiadeiro, cerca de 20 atendimentos ocorrem em 40 minutos, e o descontrole faz lotar o posto médico. 

# Carlos Victor

Um comentário:

  1. Opa...estou por aqui viu... Ontem eu vii essa reportagem muito interessante

    ResponderExcluir