quarta-feira, 28 de março de 2012

A violência ofusca a beleza


Derby paulista, nome pelo qual é conhecido o duelo paulista entre Palmeiras e Corinthians. “É o clássico mais tradicional  e de maior rivalidade entre os clubes de São Paulo”.

Palmeiras e Corinthians já decidiram campeonatos estaduais, regionais, nacionais e vaga para final do torneio intercontinental, a “Libertadores da América”. Figuram como a rivalidade brasileira que mais decidiu vagas e campeonatos de grande porte, sendo considerado o 4º maior clássico do mundo. A rivalidade entre torcedores dos dois clubes também é a maior entre as grandes torcidas de São Paulo, pesquisa da Data Folha apontou que  60% dos corintianos consideram o Palmeiras como maior rival, e 77% dos palmeirenses consideram o Corinthians como maior adversário.

Os 95 anos de história do clássico  já seriam suficientes para mostrar a importância e beleza do confronto entre os clubes, mas o confronto que vem ofuscando toda essa história é o confronto físico entre seus torcedores, causando destruição e mortes entre eles.
Arsenal de armas usadas no confronto
No último clássico realizado neste domingo (25) ocorreu mais uma guerra entre as torcidas organizadas Mancha Verde e Gaviões da Fiel, causando a morte de dois torcedores palmeirenses, um deles é André Alves de 21 anos, que levou um tiro na cabeça e acabou não resistindo. O outro torcedor que morreu não teve seu nome divulgado, e pelas informações dos jornais ainda tem vários torcedores feridos por conta do confronto.

Essa briga não pode ser considerada isolada, em agosto de 2011, o torcedor corintiano Douglas Silva foi reconhecido por torcedores palmeirenses que o espancaram até a morte, e pelas informações que os jornais mostraram, essa briga que aconteceu no domingo foi generalizada pela torcida do Corinthians, por vingança da morte de seu torcedor.

A briga está sendo investigada pela polícia, e as investigações apontam que a briga foi marcada pela internet, daí eu me pergunto, quando isso vai acabar?

Enterro de André Alves
Nesta segunda (26) a Federação Paulista de Futebol decidiu proibir as torcidas organizadas dos clubes de entrarem nos estádios de futebol. Isso não resolverá nada, pois se eles marcam de se enfrentarem pela internet, o que impedirá da guerra continuar? Nada impedirá, infelizmente temos que viver com essa realidade suja, o que poderia ser feito era uma reunião entre as torcidas para tentar acabar com isso, mas é muito difícil, pois eles se tratam não como rivais normais, e sim como inimigos mortais.



Vejam também: 

Moradores relembram momentos de pânico durante briga de torcedores


Por Victor Costa Silva

Um comentário:

  1. quero pedir para todos os criadores de caes nao votar no lucuano dut este irracional assinou a lei proibindo criar caes e vender ele nao tem noçao do prejuizo que esta causando para o povo trabalhador sem contar que a saude do brasileiro esta desprezada este cara nao presta

    ResponderExcluir