sábado, 7 de maio de 2011

Twitter e Face Book estão em alta na comunicação

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) usou o Twitter para desfazer boatos de risco de enchente e rompimento de barragens em Alagoas desde quarta-feira (4). Segundo o órgão, moradores de Santo Antônio da Laje, Paulo Jacinto, Rio Largo e União dos Palmares se assustaram com a "possível ameaça de alagamento" provocado pela chuva.

Usando informações da Sala de Monitoramento Hidrológico, inaugurada em 20 de abril deste ano, a secretaria informou aos moradores, em tempo real, o nível dos rios que passam pelas regiões e que poderiam provocar alagamentos caso tivessem acima do nível normal. Os equipamentos (Plataformas de Coleta de Dados) estão interligados com a Sala de Situação da Agência Nacional de Águas, em Brasília, e emitem relatórios sobre nível e a quantidade de chuva que atingir os rios Mundaú e Paraíba, que cruzam os estados de Pernambuco e Alagoas.

Dados da Semarh apontam para a diminuição de chuvas nesta sexta-feira (6) com melhoria em todas as cidades de Alagoas. A previsão meteorológica é de que o tempo continue parcialmente nublado no estado, com chuvas isoladas no Litoral, na Zona da Mata e no Baixo São Francisco.

Segundo o diretor de Gestão Ambiental da Semarh, José Gino de Oliveira, o nível dos rios Mundaú, Paraíba e Jacuípe estão estáveis. "Estamos fazendo um monitoramento hidrometeorológico de chuvas e rios, durante 24 horas, para evitarmos qualquer surpresa. Mas os rios, no momento, apresentam estabilidade. Os moradores de União dos Palmares, São José da Laje e Rio Largo não precisam entrar em pânico, pois ainda não há indício de enchentes naquela região."

Situação de emergência

Nove cidades de Alagoas decretaram situação de emergência por causa de estragos causados pelas chuvas que atingem o estado desde abril, segundo a Defesa Civil. No total, 6.135 pessoas foram afetadas.

Os municípios em situação crítica são Campestre, Colônia Leopoldina, Jacuípe, Japaratinga, Jundiá, Novo Lino, Porto De Pedras, São Luís do Quitunde e São Miguel dos Milagres. Outros dois municípios – Paripueira e Marechal Deodoro – encaminharam Notificação Preliminar de Desastre, mas não estão em emergência.

2 comentários:

  1. carlos possui twitter? gostaria de segui-lô.

    ResponderExcluir
  2. ADOREI TEU BLOG GURIII
    to te seguindoo!!
    grande beijo

    ResponderExcluir